quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Princípios pagãos e uma cabecinha de 4 anos

Esse ano Lucas deu um "upgrade" em relação aos assuntos pagãos. Além de particiar mais dos rituais, ele começou agora a desenvolver uma consciência real sobre o assunto. Por exemplo, logo depois de Ostara, disse que precisava encontrar uma varinha menor, só para ele (sempre usou a minha para abrir e fechar os círculos), porque "ia ser tão bom para rezar". Depois, na noite em que minha irmã estava sendo operada, com apendicite (tadinha da minha maninha! Graças aos deuses, correu tudo bem), ele me contou que havia feito "um desejo" para a tia Claudinha com a varinha, em frente ao altar. Isso sem eu pedir nem nada! Achei o máximo! E fiquei imaginando aquela coisinha pequena, girando a varinha e desejando melhoras pra titia, sei lá com que palavras (queria ser uma mosca pra assistir!).

Agora ele começa a ver que também pode ter suas próprias ferramentas. Acho que daqui a pouco vai querer ter o próprio altar... vamos ver.

Eu o deixo bem à vontade, sem induzir pensamentos ou idéias, mas sempre respondendo às suas perguntas. Tomamos muito cuidado por criar Lucas em uma religião pagã, tão cheia de falsas idéias lançadas pela televisão e cinema. Não quero que ele pense que é tudo simplesmente uma festa e que tudo é possível, como em um filme de Hary Potter. Ele sabe que a varinha não vai fazer ninguém se transformar em sapo, nem fazê-lo voar, é tudo simbolismo, "modo de dizer", usando suas palavras. A principal mensagem que passamos é a da conexão com a Terra, de como fazemos parte de tudo e como somos responsáveis por nossos atos. A palavra de ordem ultimamente lá em casa tem sido "conseqüência". Explico que é o que acontece depois que fazemos alguma coisa. Ele cansou de ver exemplos dele e dos outros e agora 'captou a mensagem', de que tudo na vida tem conseqüências boas ou ruins, e que é importante estar atento ao que se faz pra não sofrer depois à toa, nem fazer outros sofrerem. E também pra ter sempre boas energias de volta em sua vidinha.
Mas ele é um camaradinha bacana, sempre com as melhores intenções e com o coraçãozinho ainda puro da infância. Se a gente conseguir conservar essa pureza dentro dele para criar um futuro adulto bacana também, já fico satisfeita.

Pra terminar, e por falar nisso, encontrei um site 10 sobre meio-ambiente voltado para crianças. Achei um barato: http://www.eco-pros.com/

3 comentários:

humbertojuventude disse...

Adoreiiiiii Nydia!
Acho linda essa relaçao sua com o Lucas! Eu adoro seu filhao sem mesmo conhece-lo pessoalmente!
E te amo mto minha linda! vc merece tudo de Bom que Deus tem para dar! vc e sua familia linda!!!
O Blog ta super bonitinho... Fofo!
Bjossssssssssss

Vitóriah disse...

Gostei deste blog logo que vi. Quando eu tiver meu filho, vou tomá-la como exemplo!

Merry Meet!

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ achat viagra
http://commanderviagragenerique.net/ viagra prix
http://viagracomprargenericoespana.net/ comprar viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra generico